16.Melô da abertura-v2-cap-08-m16

16. “Melô da abertura” (1979).

Autor: Zé Rodrix. Intérprete: Idem. Gravadora: RCA Victor. LP: Sempre livre.

Falaram que não tem mais jeito, que a porta vai abrir

Desculpa, meu irmão, mas eu não levo fé

Porque quando fecharam essa mesma porta aí

Disseram que era só o tempo de tomar café

Aí botaram a mesa e almoçaram para valer

Lancharam boi com abóbora, jantaram até faisão

Enquanto a gente do lado de fora se assustava

Com o preço que subia do quilo de feijão

Essa não! Olha essa porta aí!

Quem fechou não é quem tem que abrir

Se essa chave a gente não pegar

Quem abriu pode querer fechar de novo

Também disseram que é preciso a gente dar uma mão

E que apertar o cinto vai ser a solução

Então que jeito eu dou para dar um jeito de usar cinto

Eu cinto mais não tenho, mas sigo oposição

A porta abriu um pouco e a gente olha lá para dentro

E vê a turma toda comendo no salão

E a gente poderia viver muito mais tranquilo

Com as sobras que essa turma deixa cair no chão

Essa não! Olha essa porta aí!...

(Mete o pé na porta! Boca no trombone! Olha o povo na rua!)