38.O país do futuro-v3-cap.-09-m38

38. “O país do futuro” (1987).

Autores: Marcelo Nova e Robério Santana. Intérprete: Camisa de Vênus. Gravadora: WEA. LP: Duplo Sentido.

- Ninguém segura esse país!

Aqui não tem problema

Só se você quiser


Este é o país do futuro

Tenha esperança e fé


Todo dia lhe oferecem

Sempre o melhor negócio


Vão levar a sua grana

Vão lhe chamar de sócio


Vai ficar tudo bem

Acredite em mim, meu filho


A gente aumenta o seu salário

Dispara o gatilho


Aí, pra que você não reclame

E também pra que não esqueça


Dispararam o tal do gatilho

Em cima da sua cabeça


Nós vamos outra vez

Pro fundo do buraco


Você não tem vergonha

E eu já não tenho saco


Estamos outra vez

No fundo do buraco


Você não tem vergonha

E eu já não tenho saco


No peito um crachá

Na boca um sanduiche misto


Muito pouco aqui pro bolso

Mas muita fé em Jesus Cristo


Quem sabe ele se zanga

Desce lá do Corcovado


Passa o cajado nessa corja

Deus também fica arretado


Mas enquanto ele não vem

Não vou ficar parado


Segure a onda, meu irmão

Que eu já tô injuriado 


Se você não me respeita

Vou radicalizar

Meto a mão em seu focinho

Eu tô cansado de apanhar


Nós vamos outra vez ...

- Cuidado com a picareta! É aí, Morengueira, os bandidos tão atirando
pra tudo que é lado, meu irmão.
Sai de baixo!
Mas minha conta na Suíça tá uma beleza,
tá engordando, há, há.