15.Adeus, Emília-v1-cap06-m15

15. “Adeus, Emília” (1958), frevo-canção

Autores: Carnera e Sebastião Lopes. Intérprete: Gilberto Fernandes. Gravadora: Repertório.

Ai, ai, adeus, Emília

O JK me mandou para Brasília (bis)

Brasília não tem carnaval

Nem é cidade maravilhosa

Não tem praia de Copacabana

Com a garotada tão bacana

Não tem o Cristo Redentor

A Guanabara em todo seu esplendor

Não tem o colosso do Maracanã

Mas será o Brasil de amanhã.