30.A rasteira do Presidente-v3-cap.-09-m30

30. “A rasteira do Presidente” (1986).

Autores: Bicalho e Sílvio Modesto. Intérprete: Bezerra da Silva. Gravadora: RCA Vik. LP: Alô malandragem, maloca o flagrante.

Alô, alô, dona de Casa

Fiscais do Presidente, se liga

Tabela de preços na mão

E vamos lutar contra a inflação

Se liga, tubarão

E não é mole não

Vivendo dessa maneira

Eles inventaram essa tal de inflação

Mas o Presidente deu aquela rasteira

Não é mole não (tubarão)…

O meu salário é o mínimo

Porém é o máximo que eu consigo vender

Desconto pro INPS

E o maldito Leão ainda quer me morder

ORTN, INPC, eu escuto dizer

Eu não sei o que é

Eu só sei que recebi meu pagamento

Não deu pra comprar meu alimento

Remarcaram os preços e eu fiquei a pé

Não é mole não (tubarão)…

O que não consigo entender

O meu nome é sujo no SPC (caloteiro!)

Meu crédito é cortado na praça

Não me vendem fiado, nem o que comer

O banco não me empresta dinheiro

Porque não tenho bens para me garantir

Veja bem, não pedi nada emprestado

Dizem que devo dólar adoidado

Ao famigerado FMI

Não é mole não…

E agora é que eu quero ver

Os ladrões de gravata o que vão fazer

O bicho vai pegar adoidado

Em cima daquele que não obedecer

O trabalhador que já pode

Com a sua família fazer sua ceia

Se os federais chegarem num supermercado

Encontram os preços remarcados

Dão bolacha no gato e mete na cadeia

Não é mole não (tubarão)…