02. Moda da moeda-v1-cap01-anexo 03-m02

2. Moda da moeda (1938), moda de viola. Autor: Alvarenga • Intérpretes: Alvarenga e Bentinho • Gravadora: Odeon


- Ô cumpadre Alvarenga, onde você tem andado, rapaz?

- Estive na Europa.

- Não diga?

- Oia, escuta essa moda que eu trouxe da Europa.

Vancêis preste bem sentido num causo que eu vou contá

Eu já tive na Itália, conheci muitos lugá

E também já fui na França, na Argentina e Portugá

Lá na Itália o dinheiro inté parece mentira

A gente trabaia muito para ficar numa imbira

Pois recebe do trabaio em vez de dinheiro, lira

Quem morre de trabaiá é o povo de Lisboa

São uns mártires do trabaio, mas num trabaião à toa

Pois no fim são coroados com cascudos sem coroa

Lá na França corre o franco que é difícil de encontrar

Os francês estão precurando o franco por tudo lugá

Mais quem quer ganhar o franco vai na Espanha pra guerrear

Na Argentina, quem trabaia não sai do trabaio ileso

Além de sair cansado do trabaio, ele sai teso

Depois de tanto trabaio, ele vai carregar peso

No Brasil, dinheiro é nota e o franco é dos guerreiros

A coroa é pra quem morre, nacional ou estrangeiro

Quem tem peso é muito gordo, peso é não ter dinheiro

- Que tar, Bentinho?

- Ehhh!

- Especiar de boa.