03.Democracia-v3-cap.-09-m03

3. “Democracia” (1985).

Autores: Tom Zé e Vicente Barreto. Intérprete: Tom Zé e Charles Furlan. Gravadora: Independente. LP: No jardim da política (1998).

Democracia que me engana Na gana que tenho dela Cigana ela se revela, aiê Democracia que anda nua Atua quando me ouso Amua quando repouso

É o demo, o demo, a demó É a democracia É o demo, o demo, a demó É a democracia

Democracia, me abraça Com tua graça me tira Desfaz esta covardia, aiê Democracia não me fere Mira aqui no meio Atira no meu receio

É o demo, o demo, a demó ...

Democracia que escorrega Na regra não se pendura Na trégua não se segura, aiô Democracia pois me fere Me mira aqui no meio Daquilo que eu mais receio

É o demo, o demo, a demó ...

Democracia, não me deixe Sou peixe que fora d'água Se queixa, morre de mágoa, aiê Democracia não se dita Maldita seja se dura Palpita pela doçura

É o demo, o demo, a demo, a democracia ...