06. A carestia-v1-cap01-anexo 02-m06

6. A carestia (1930), moda de viola. Autor: Sorocabinha • Intérpretes: Mandi e Sorocabinha • Gravadora: Parlophon


A crise, ai, que temos passando é uma coisa danada

Tudo, tudo encareceu, ai, lai, o tostão não vale nada

O pão que estão fazendo é uma triste amargura

O padeiro traz na porta, ai, lai, mas passa pra fechadura

O feijão subiu de preço numa hora, num instante

O arroz ficou tão caro, ai, lai, vale mais do que diamante

O toicinho subiu tão arto, subiu tanto de valor

Que um capado no chiqueiro, ai, lai, vale mais do que um doutor

Todas comida subiu, até os ovos de galinha

Que uma franga no poleiro, ai, lai, tem coroa de rainha

Lembrando de carne de vaca, inté cum mias fome se fica

A gente só sente o cheiro, ai, lai, em casa de gente rica

Até a caninha já subiu de preço

Pouco me importa, oi, eu não esmoreço

A pinga encarece, eu dou o desconto

Pois eu bebo a pinga, ninguém pôs um conto

A pinga é barata, o consolo me resta

Sem pinga na vida, o mundo não presta

Porque sem a pinga não posso falar

Não posso beber, não posso cantar.