44.Cavanhaque-v1-cap02-m44

44. Cavanhaque (1931), marcha. Autor: Ari Barroso • Intérprete: Leonel Faria • Gravadora: Columbia


(Gritos)

- Sai fora!!!

- Então, seu Canabrava, o que é isso: o senhor correndo desta maneira pelo meio da rua?

- Ah, rapaz, o pessoal quase deu cabo de mim.

- Pudera, não? O senhor antes da Revolução tinha o cavanhaque do tamanho de um bonde ...

- Pelo amor de Deus e de seus filhinhos, não me fale em cavanhaque, home. É botar o pé pra fora do estabelecimento é é isto ...

(gritos) Fora! Fora!

- Mas por que o senhor tirou o cavanhaque?

- Eu não tirei-lo, tiraram-no.

- Como?

- A mulata, rapaz, enfezou e foi isto que o senhor está vendo: fiquei com o queixo pelado ...

- Então viva a folia! Quem tem cavanhaque é bode.

Antigamente todo mundo admirava

Cavanhaque, cavanhaque...

Dava imponência, era importante e enfeitava

Cavanhaque, cavanhaque...

Não pode, não pode.

Quem tem cavanhaque é bode (bis)

Porém agora pouca gente aprecia

Cavanhaque, cavanhaque...

Raspar o queixo até parece epidemia.

Cavanhaque, cavanhaque...

Não pode, não pode.

Quem tem cavanhaque é bode (bis)