72.Colarinho branco-v3-cap.-09-m72

72. “Colarinho branco” (1992).

Autores: Duck Jam e Nação Hip Hop. Intérpretes: Idem. Gravadora: TNT Records. LP: “A Nação quer a verdade”.

Colarinho branco dá o golpe no Estado No Estado No Estado

No Estado Eu disse presos Em grades de ilusão Onde a pena que cumprimos é a dura escravidão Escravidão é encoberta é mascarada Em cima de pessoas que nunca tiveram nada Todo brasileiro tem o sonho de um dia ter um carro Casa própria e um pouco de alegria Mas não passa de um sonho que não se realiza E a tal de Previdência não os concretiza Trabalham, trabalham, dão duro e dão duro Dão duro e se tornam aposentados E recebem muito pouco ou então são enganados E ninguém nada vê ou finge esconder E a lei nada faz mas nos dá esperança Segurança das mais fortes, empresários e banqueiros E eles metem a mão no nosso mísero dinheiro Ladrão rouba ladrão, cidadão é assaltado Enquanto o colarinho branco dá o golpe no Estado

Colarinho branco Colarinho branco (2x)

Os pobres matam e roubam por um mero desemprego Enquanto ricos o fazem pela ganância do dinheiro Marginalidade é preta e tem raça Principia da miséria e resulta a desgraça Não se deixe envolver por essa frase, então Mostre o contrário pois todos nós sabemos Que os maiores bandidos são brancos e são ricos E andam por ai muito bem vestidos Pena de morte como uma das saídas Certamente estariam selando suas vidas Pois pessoas instruídas de alta classe social Matam e roubam na maior cara de pau E nunca serão presos, detidos, condenados Com suas costas quentes e um bom advogado Serão absolvidos de forma injustiçada E andarão por aí Como se nada tivesse acontecido Sorridentes então Pois estão absolvidos

Colarinho branco Colarinho branco (2x)

Não vamos esconder a realidade Somos escravos do sistema somos escravos da Burguesia, nobreza, elite, alta classe São assim que são chamados? Não é verdade? Eles são a minoria mas dominam o Brasil Manipulam todos nós de uma forma bem sutil Classe dominante que explora ignorantes Ignorantes somos nós, que não fazemos nada Pra melhorar essa vida que levamos Não vamos ficar quietos, vamos reivindicar! Eu ouvi e vi promessas na TV que tudo ia mudar, melhorar Com novos governos, planos e medidas E continua a miséria e essa porra dessa vida Neno e Duck Jam tentam relatar A realidade de ontem e de hoje Mas não vamos querer contar a você O que o amanhã vai lhe oferecer O que vamos fazer para mudar? Será então que podemos esperar Alguém que seja competente pra acabar com tudo E também acabar com esse absurdo? Onde há racismo Ambição e egoísmo e nós Temos que acabar Liquidar com tudo isso

Colarinho branco Colarinho branco (2x)

Só assim então ficaremos numa boa E ninguém vai ser discriminado à toa Reclamando da vida ou trabalhando em vão Esperando o auxílio, governantes da nação E a corrupção que dominam suas mentes Consideram a plebe um bando de delinquentes Não acreditam no povo nem nos seus ideais Eles me dão nojo pois se julgam os tais Mas um dia isso vai ter um fim E verá que a vida não é tão ruim Mostrando para todos que você é feliz Fazendo da sua vida o que você sempre quis Criticamos o errado, é É assim mesmo Vocês estão ouvindo Duck Jam E a Nação!