01.Tempo de eleição-v1-cap05-anexo-05-m01

1.“Tempo de eleição” (1945), moda de viola.

Autores: Alvarenga e Ranchinho. Intérpretes: Idem. Gravadora: Odeon.

O rico conhece o pobre só no tempo da eleição

Quando encontra um eleitor, diz adeus, pega na mão

Como vai tua família? Que que o moço fez di bão?

Como vai de saúde o teu pai, com teus irmão?

Nós temos grande interesse em fazer cumbinação

Para ver se nós vencemos, demos sorte ou só tostão

Pra nos ganhar é preciso ter uma grande votação

Você vem votar comigo que eu te dou a proteção

Leva o pobre lá na venda, pra ele faz dulação

Manda bife no toucinho, tome sardinha com pão

Doceria do melhor, espaiado no balcão

Com os coitado inté fuma, cigarrinho e dos bão

Leva o eleitor no hotér, pra ele dá um cartão

Depois que der o seu voto, vem aqui na reunião

O pobre, naquele dia, ele passa um vidão

Assentado na cadeira, janta que nem cidadão

Depois da eleição cabada já se muda as condição

O pobre encontra o rico, boa tarde, capitão

O rico nem num liga, eu não te conheço não

O seu lugar é na roça, vá fazer as plantação.