03.Não me bate, doutor-v3-anexo-10-m03

3. Não me bate, doutor (sem data). Autores e intérpretes: MC Cidinho e MC Doca • Gravadora: sem dados • LP sem dados


Mas não me bate, doutor, porque eu sou de batalha

Eu acho que o senhor tá cometendo uma falha

Se dançamos funk é porque somos funkeiros

Da favela carioca, flamenguistas brasileiros

Apanhei do meu pai, apanhei da vida

Apanhei da polícia, apanhei da mídia

Quem bate se acha certo, quem apanha tá errado

Mas nem sempre meu senhor as coisas vão por esse lado

Violência só gera violência, irmão

Quero paz, quero festa, o funk é do povão

Já cansei de ser visto com discriminação

Lá na comunidade, funk é diversão

Hoje tô na parede ganhando uma geral

Se eu cantasse outro estilo isso não seria igual

Mas não me bate doutor porque eu sou de batalha ...

Hoje eu tenho um pedido pra fazer para Deus

Pai olhai os irmãos, filhas e filhos teus

Prejuízo, desemprego, diferença social

Classe alta bem, classe baixa mal

Porque tudo que acontece no Rio de Janeiro

A culpa cai todinha na conta dos funkeiros

E se um mar de rosas virar um mar de sangue

Você pode ter certeza vão botar a culpa no funk

Mas não me bate, doutor, porque eu sou de batalha ...