03.Exílio-v2-anexo-08-m03

3. “Exílio” (1979).

Autor: Francisco Mário. Intérprete: Idem. Gravadora: Libertas. LP: Terra.

Adeus, minha terra

Adeus, este chão

Cheiro de conversa

Beira de fogão

Roça, vento, a casinha

Abençoou

Minha vida todinha

Suas redes embalou

Nunca mais sentir seus olhos

Procurando meu calor

Gente doce, um carinho

Meu carinho

Perfumado de inocência

Que sei um dia tive

Mas contigo, não sozinho, viu

Adeus, companheiros

De vida nesse mundo

Não saio porque quero

Voltarei, me desespero

Se choro, choro mudo

Engolindo o coração

Mas a vida passageira

Leva minha aflição