06.Trabalhar, eu sim-v1-cap05-anexo-05-m06

6. “Trabalhar, eu sim” (1946), samba.

Autores: A. Boscarino e Estanislau Silva. Intérpretes: Zé e Zilda. Gravadora: Continental.

Trabalhar, eu quero sim

Pois o trabalho faz muita falta pra mim

Quem disser que o trabalho na vida não é preciso

Está errado, não tem juízo.

Eu me levanto ao romper da madrugada

Saio de casa cheio de satisfação

Tomo o bonde, digo adeus à minha amada

(té logo, neguinho)

Vou pro trabalho, cumpro a minha obrigação

Oi, sossega, patrão.

(Trabalhar, moçada,

Trabalhar pra produzir).