Post

07.Hino da Abdicação de D. Pedro I-vol.00-cap01-07

7. “Hino da Abdicação de D. Pedro I” (1831)

Música de Francisco Manuel da Silva. Letra de Ovídio Saraiva de Carvalho e Silva. Intérprete: João Nabuco (piano e canto). Gravação independente.


Intérprete: Luiza Sawaya. Gravação independente. CD: Brasil Imperial. Cortar


Letra (seis estrofes) e música em CMP. Letra com doze estrofes no jornal "Ao Sete d'Abril" (23/02/1833) e no artigo “O Hino Nacional Brasileiro”, de Odilon Nogueira de Matos, na “Revista do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo, volume 78 (1982).


Os bronzes da tirania (*)

Já no Brasil não rouquejam

Os monstros que nos escravizam

Já entre nós não vicejam.

(Refrão)

Da pátria o grito

Eis se desata

Desde o Amazonas

Até o Prata.

Ferros e grilhões e forças (*)

De antemão se preparavam;

Mil planos de proscrição

As mãos dos monstros gizavam.

Da pátria o grito ...

Amanheceu finalmente

A liberdade no Brasil...

Ah! Não desça sepultura

O dia Sete de Abril.

Da pátria o grito ...

Este dia portentoso

Dos dias seja o primeiro.

Chamemos Rio de Abril

O que é Rio de Janeiro.

Da pátria o grito ...

Arranquem-se aos nossos filhos (*)

Nomes e ideias dos lusos

Monstros que sempre em tradições

Nos envolveram, confusos.

Da pátria o grito ...

Ingratos a bizarria, (*)

Invejosos de talentos,

Nossas virtudes, nosso ouro,

Foi seu diário alimento.

Da pátria o grito ...

Homens bárbaros, gerados (*)

De sangue judaico e mouro,

Desenganai-vos, a pátria

Já não é vosso tesouro.

Da pátria o grito ...

Neste solo não viceja

O tronco da escravidão

A quarta parte do mundo

As três dá melhor lição

Da pátria o grito ...

Avante, honrados patrícios

Não há momento a perder

Se já tendes muito feito

Ide, mais resta fazer.

Da pátria o grito ...

Uma prudente regência

Um monarca brasileiro

Nos prometiam venturosos

O porvir mais lisonjeiro.

Da pátria o grito ...

E vós donzelas brasileiras (*)

Chegando de mães ao estado

Dai ao Brasil tão bons filhos

Como vossas mães têm dado.

Da pátria o grito ...

Novas gerações sustentam

Do povo a soberania

Seja isto a divisa deles

Como foi de abril de um dia.