Post

09.Senhor Neto, vá-se embora-vol.00-cap01-09

9. “Senhor Neto, vá-se embora” (1836)

Letra: autores desconhecidos. Música (“Ária italiana”): Wolfgang Amadeus Mozart. Intérprete: João Nabuco (piano e canto). Gravação independente.

Letra em CG. Partitura no Método de piano forte, de Franz Hünten (BNP) e no “Almanaque do Rio Grande do Sul” de 1893.


(Quadras das tropas imperiais)

Senhor Neto, vá-se embora,

Não se meta a capadócio;

Vá cuidar dos parelheiros,

Que fará melhor negócio.

Já vem o Silva Tavares

Com sua gente armada,

Perguntando pelo Neto

Mais a sua farrapada.

(Quadras farroupilhas)

Senhor Neto, não precisa

De cuidar de parelheiros:

Já lá tem Silva Tavares,

Faltando só o Medeiros.

Senhor Neto, não precisa

De cavalo parelheiro

Que tem para seu andar

Bento Manuel Ribeiro.

O Neto não deixa o povo,

Nem cuida dos parelheiros,

Porque tem pra seu andar

Um Tavares, um Medeiros.

Senhor Neto não emigra,

Nem tampouco roubos faz;

Há de mostrar à canalha

O poder dos liberais.