12.Funeral de um lavrador-v2-cap07-m12

12. “Funeral de um lavrador” (1965).

Autores: Chico Buarque e João Cabral de Melo Neto. Intérprete: Chico Buarque. Gravadora: RGE. Compacto simples (1967).

Esta cova em que estás com palmos medida


É a conta menor que tiraste em vida


É a conta menor que tiraste em vida

É de bom tamanho nem largo nem fundo


É a parte que te cabe deste latifúndio


É a parte que te cabe deste latifúndio

Não é cova grande, é cova medida


É a terra que querias ver dividida


É a terra que querias ver dividida

É uma cova grande pra teu pouco defunto


Mas estarás mais ancho que estavas no mundo


Estarás mais ancho que estavas no mundo

É uma cova grande pra teu defunto parco


Porém mais que no mundo te sentirás largo


Porém mais que no mundo te sentirás largo

É uma cova grande pra tua carne pouca


Mas a terra dada, não se abre a boca


É a conta menor que tiraste em vida


É a parte que te cabe deste latifúndio


É a terra que querias ver dividida


Estarás mais ancho que estavas no mundo


Mas a terra dada, não se abre a boca.