17.Ai, que carestia-v1-cap05-anexo-05-m17

17. “Ai, que carestia” (1951), marcha.

Autores: Victor Simon e Liz Monteiro. Intérprete: Cauby Peixoto. Gravadora: Carnaval.


Meu Deus do céu, que carestia

Pois tudo sobe, sobe, sobe hoje em dia

Ai, ai, meu patrão, assim não aguento

Eu quero, eu quero mais aumento

O que eu ganho já não chega

Ai, ai, pobre de mim

Lá em casa minha nega

Toda hora diz assim

Sobe o feijão, sobe o arroz

Sobe o leite, a carne e o pão

Sobe o café, sobe o aluguel

Sobe a passagem pra ....... do céu.