18.Minha candidatura-v1-cap06-m18

18. “Minha candidatura” (1958), samba de breque.

Autores: Antonio Bruno e José Saccomani. Intérprete: Caco Velho. Gravadora: Copacabana.

Comunico, meus amigos, que eu vou me candidatar

Pois concorro a um cargo, desta vez vou legislar

Já tenho um programa de alcance nacional

Em cada escola de samba eu tenho um cabo eleitoral

Se eu for eleito, ordeno a abertura do cassino

Precisamos de divisas e incentivo ao turismo

Farei uma curriola entre os membros do Senado

Regulando o divórcio, pois o papai está enrascado

Para assimilação do imigrante estrangeiro

Vou obrigar a todos eles a aprender tocar pandeiro

Amparar as profissões de boêmio e de sambista

Vou isentar de todo imposto a quem for malabarista

Para dar mais incentivo à indústria nacional

Vou pedir aos meus amigos da coluna social

Para fazer com que o grã-fino que sem a moda não passa

Ao entrar numa boate peça um gole de cachaça

Mas se houver uma surpresa e o papai for derrotado

Apelo para a ignorância e dou um golpe de Estado

– Se o Lott me deixar e se o Lacerda me ajudar.