20.Presidente cara-de-pau-v3-anexo-10-m20

20. “Presidente cara-de-pau” (1998).

Autores: Galhardo e Toninho Geraes. Intérprete: Bezerra da Silva. Gravadora: Universal Music. CD: Eu tô de pé.

Quando a galinha criar dente

E o sol nascer quadrado

Vamos ter um presidente

No seu lugar adequado

Foi assim que ele disse

(quem não lembra?)

O real vai ser valorizado

No Brasil, meu doce amado

O inocente acreditou

Eu que sou cobra criada

Não fui no caô caô

Não fui no caô caô

O inocente acreditou

Eu que sou cabeça feita

Não fui no caô caô

Todas as vezes que tem eleição

No meu Brasil doente

Eles contam a mesma estória

Porém em sentido diferente

E meu povo com fome, na beira da praia

Num banco sentado

Na esperança do mar pegar fogo

Pra ver se come peixe assado

E na cara-de-pau ele diz

Que as coisas vão melhorar

Mas na tremenda miséria

Meu povo está

E esse plano de H

Ingrupiu de novo o povão

No dia primeiro de abril

Vai acabar a inflação