Post

19.A coisa tá feia-v2-anexo-08-m19

19. A coisa tá feia (1983).

Autores: Tião Carreiro e Lourival dos Santos. Intérpretes: Tião Carreiro e Pardinho. Gravadora: Continental. LP: No som da viola.

Burro que fugiu do laço tá de baixo da roseta  Quem fugiu de canivete foi topar com baioneta  Já está no cabo da enxada quem pegava na caneta  Quem tinha mãozinha fina foi parar na picareta  Já tem doutor na pedreira dando duro na marreta  A coisa tá feia, a coisa tá preta Quem não for filho de Deus, tá na unha do capeta

Criança na mamadeira já está fazendo careta  Até o leite das crianças virou droga na chupeta  Já está pagando o pato até filho de proveta  Mundo velho é uma bomba girando neste planeta  Qualquer dia a bomba estoura, é só relar na espoleta  A coisa tá feia, a coisa tá preta Quem não for filho de Deus, tá na unha do capeta

Quem dava caixinha alta já está cortando a gorjeta  Já não ganha mais esmola nem quem anda de muleta  Faz mudança na carroça quem fazia na carreta  Colírio de dedo-duro é pimenta malagueta  Sopa de caco de vidro é banquete de cagüeta A coisa tá feia, a coisa tá preta Quem não for filho de Deus, tá na unha do capeta

Quem foi o rei do baralho virou trouxa na roleta  Gavião que pegava cobra já foge de borboleta  Se o Picasso fosse vivo ia pintar tabuleta  Bezerrada de gravata que se cuide, não se meta  Quem mamava no governo agora secou a teta A coisa tá feia, a coisa tá preta Quem não for filho de Deus, tá na unha do capeta