20.As pedras gritarão-v3-cap-10-m20

20. “As pedras gritarão” (sem data).

Autores: Rafael Lima. Intérprete: Idem. Gravação independente do MST-PA. CD: Um canto pela paz (2002).

Testemunhamos pra contar a nossos filhos e suas gerações Governava o Brasil em 17 de abril, dia do massacre vão Um tal Fernando Henrique que era o presidente, chefe da nação Governava o meu Pará Dr. Almir Gabriel, que determinou a operação Mas foi um tal de coronel Mário Pantoja que deu a ordem de atiração Dezenove brasileiros foram massacrados na PA-150 Dezenove lavradores foram assassinados na Curva do S, então Eram Silvas, Pereiras, Almeidas, Santos, Dias e Nascimentos Gente de breu e fibra como eles não se encontra atrás de pé no chão A PA-150 foi manchada em sangue e o breu desses irmãos A Curva do S para sempre envergonhada chora a morte desses cabra bãos Acreditamos que as pessoas que vivem é para as outras que um dia chegarão A reconstruir o que os egoístas tentam destruir mas nunca conseguirão Três Antônios, um Oziel, um Lourival, um Joaquim, um Amâncio, um Manoel, um Leonardo e um Altamiro, João Rodrigues, João Carneiro, um Abílio, um Raimundinho, dois Josés, um Graciano, um Robson e um Valdemir

Candelárias , Candelárias,

Candelárias, Candelárias,

Candelárias, Candelárias,

Os Eldorados dos Carajás, A pedagogia das ações Golpeia no corpo esta atroz geografia Se calarmos, as pedras gritarão Candelárias, Candelárias