21.Marvina-v1-cap05-m21

21. “Marvina” (1948), valsa.

Autores: Murilo Alvarenga e Ranchinho. Intérpretes:  Alvarenga e Ranchinho. Gravadora: Odeon

Marvina, eu só queria sê inteligente e ter perparo

Prá podê dizê tudo que eu sinto por vancê

Eu sei que tudo que eu quero tá iscrito no dicionário

Mais o qui adianta se eu não sei lê

Marvina, tenha dó desse sofredor que sofre por amor

E por ser tão anarfabético

Eu só queria di sê o Benedito Valadares

Prá pudê falá umas palavra bunita prá vancê

I também queria sê o Barreto Pinto

Somente para o meu físico vancê vê

Queria sê o Mangabêra para ti beijá a noite intera

I si eu pudesse sê o Getúlio Varga

prá ti namorar quinze ano e vancê não mi isquecê

Queria sê delegado por quinze minutos

Para o seu coração no meu prendê.