21.Tá caro-v1-cap06-m21

21. Tá caro” (1959), paródia.

Autores: Neil Sedaka e Howard Greenfield (música de “Oh, Carol!”) e Alvarenga e Ranchinho (letra). Intérpretes: Alvarenga e Ranchinho. Gravadora: Calipso.

Tá caro,

Tá tudo caro

Tá caro a carne

Tá caro o feijão

Tá caro,

Tá tudo caro

Fui me queixar

Me tacaram a mão

Tudo tá subindo tão depressa

Mas que ascensão

Sobe o Juscelino

No seu avião

Tudo tá aumentando tão ligeiro

Tá aumentando o ganho

Só eu pequenino

Não aumento de tamanho.