40.O seringueiro-v1-anexo-04-m40

40. “O seringueiro” (1944), samba.

Autores: Augusto Alexandre e João Bené. Intérprete: Orlando Silva. Gravadora: Odeon

Há vida nova no Norte

São bandeirantes modernos

Buscando outra sorte

Fazendo com que a Amazônia palpite

E a luz do progresso de noite se agite

Seringueiro, forte e leal

Enfrentas a morte no seringal

És brasileiro, tu lutarás

E no sertão trabalharás

Na produção, pela vitória final

É tão nova nossa terra

Mil artigos há de dar

Quer na paz ou quer na guerra

Sempre, sempre a trabalhar

Povo jovem, povo forte

Cem hinos pode cantar

É muito orgulho profundo

Pois o Brasil é celeiro do mundo.