44.Bom é ser Presidente-v3-cap-10-m44

44. “Bom é ser Presidente” (1998).

Autores: Paulo Caruso e Chico Caruso. Intérpretes: Idem. Gravadora: Dabliú. CD: Pra seu governo.

Bom é ser Presidente desse imenso país

Fazer um montão de coisas que eu nunca fiz

Lançar livros na China, amanhecer em Pequim

O outro lado do mundo gosta de mim

Ir ver a Perestroika, assistir ao Bolshoi

Levando longos papos com Gorbachoi

Traduzir meus poemas pro russo e pro chinês

Aprimorando mais o meu português

Eu digo

Bom é ser Presidente desse imenso país

Atropelar minha gente de jet-ski

A grana da LBA mandar para Canapi

Comprar os deputados da CPI

Fazer da vida pública uma extensão da privada

Mergulhar num mar de lama, cara lavada

Bater na primeira dama, cobrir-lhe de porrada

Cornear o irmão com a própria cunhada

Eu digo

Bom é ser Presidente desse imenso país

Comer do pão de queijo que eu mesmo fiz

Queijo com goiabada, feijoada com epatoviz

Refabricar o Fusca é que é ser feliz

Por o Krause pra fora, o Paulo Haddad no centro

Depois o Paulo fora e o Eliseu dentro

Daqui uma meia hora fazer tudo de novo

Só dá pra governar confundindo o povo

Eu digo

Bom é ser Presidente desse imenso país

Pedindo para esquecer os livros que eu fiz

Fazer a moeda forte com um governinho fraco

Onde o fisiologismo é o maior barato

Sorriso de paisagem, check-up no coração

Uma ideia só na cabeça: a reeleição

Levar uns oito anos para chegar no final

E privatizar o assento presidencial

Bom é ser presidente desse imenso país

- Brasileiras e brasileiros

Bom é ser Presidente desse imenso país

- Não me deixem só, não me deixem só

Bom é ser Presidente desse imenso país

- Ê, trem bão, sô!

Bom é ser Presidente desse imenso país

- Sociólogas e sociólogos