45.Epopeia do Petróleo-v1-cap05-m45

45. “Epopeia do Petróleo” (1956). Samba enredo.

Autores: Áureo de Souza (Aurinho) e Gustavo Baeta Neves (Didi). Intérprete: Jamelão. Gravadora: Continental. Álbum: “Jamelão e as escolas de samba – desfile de campeãs”.

Onde era um sonho, hoje é real

O Brasil será mais forte com o ouro negro nacional

Olhai!

Olhai, ó brasileiros para o chão!

E vejam o tesouro de nossa nação (bis)

Nós, herdeiros, unidos em ter nossa voz

Em nome dos grandes heróis

Dessa epopeia varonil

Salve o petróleo

Que assegura o futuro melhor para o Brasil

Monteiro Lobato, Artur Bernardes são na verdade

Os guias da glória do nosso país

Contra a nossa ingratidão

O tempo, que é voz da verdade,

Consegue provar que eles tinham razão

Onde era um sonho, hoje é real

O Brasil será mais forte com o ouro negro nacional.

------------------------ (1) A letra do hino “Emancipação Nacional”, apresentado na Convenção Petróleo é Nosso, é a seguinte: Primeira parte - “Convenção! Convenção! Convenção! / Pela emancipação nacional / Convenção! Convenção! Convenção! / Repete o povo, confiante e triunfal / Convenção! Convenção! Convenção! / Não mais entreguistas, traidores e tiranos / O Brasil há de ser dos brasileiros / E não será colônia de americanos / Para sermos de fato independentes / Defenderemos com fervor esta Nação”. Segunda parte – “Por ela se bateram Tiradentes, Henrique Dias e Felipe Camarão / Na Convenção, o nosso povo se organiza / Pela emancipação nacional / Em breve, o truste americano aqui não pisa / Salve a convenção! / Viva o Brasil, livre, afinal!