45.H. Aço-v3-cap-10-m45

45. “H. Aço” (1998).

Autores: DMN. Intérprete: idem. Gravadora: Companhia Paulista de Hip Hop. LP: H. Aço.


LF, o que acontece na Zona Leste

Me diz aí, quero ouvir, DMN

Aumente o som e se ligue nessa aqui Eu não vou mentir Falo sério pra quem quiser ouvir Escorreguei, mas não vacilei, pra não cair Da malandragem destrutiva sobrevivi E dela aprendi a parte boa O respeito fundamental à minha pessoa Não quero viver a toa, de cara ou coroa A minha sorte é ter saúde Maluco é ter saúde Pra me esquivar de todo o mal Refletir nesse inferno e tal Fazer a minha parte bem Ser um espelho também Pra quem está chegando

Poder contar com alguém O caminho da verdade é difícil, eu sei Quem não sabe levou, por escolher um atalho Onde a traíragem insiste O amor próprio não existe Feliz o preto que chega até os vinte O mesmo que destrói a sua base E quando está na pior diz que é uma fase Está sempre de olho no quintal do vizinho Se tiver que trampar, lutar não é seu caminho Culpa os pais por ser assim E diz vocês fizeram muito pouco por mim Só queria ter de tudo pra não dar valor E ver o mais pobre te chamar de senhor Igual a todo playboy que está no poder Não sabe o quanto custa o pão pra sobreviver Não sabe o que é difícil nem dificuldade Não sabe o que é viver distante da cidade Eu sei o quanto é difícil suportar Derramo o meu suor e sei valorizar No limite da humildade Faço o meu espaço Me considero um H. Aço

Sei que não é fácil, sei que não é fácil sei que não é fácil

Ser Homem de Aço (4x)

Andar na rua vendo o povo em desespero Brigando pelo melhor lugar Quem chega primeiro Vivendo um pesadelo acordado Correndo assustado, cabreiro

Com quem está do seu lado Ver o moleque viciado na televisão O baixo nível da escola e da educação A preta linda que não olha no espelho Tem vergonha do nariz da boca e o cabelo O super-herói com apenas doze anos Feliz da vida porque conseguiu um cano A piveta que já tem um pivete Que até dá mamadeira, ei mano ela se esquece Ambição alto grau, apocalipse final Eu não consigo ficar na moral Famílias inteiras estão caindo na vala Perdendo a resistência e o pesadelo não para Ser Homem de Aço é resistir Não posso dar as costas se o problema mora aqui Não vou fugir nem fingir que não vi nem me distrair Nenhum playboy paga pau, vai rir de mim Tenho uma meta a seguir sou fruto daqui Se for pra somar Ei mano, chega aí Pra ser mais um braço Um guerreiro, arregaço Contra o poder ser a pedra no sapato Sem marra, a mentira, a incerteza, sem falha Um centroavante nessa grande batalha E no limite da humildade faça o seu espaço Pra ser também um H. Aço

Sei que não é fácil, sei que não é fácil sei que não é fácil

Ser Homem de Aço (4x)

Se liga aí, tô aqui, Racionais MC Eu vou dizer que nasci e cresci na Zona Norte Periferia extrema, problema, Edi Não me entrego ao sistema, igual dizem por aí Eu também falei sério e vim pra conferir Para os manos do outro lado do muro E para os manos daqui Ao contrário, sem motivo pra rir Aí, não sou otário, sei pra onde ir Vou seguir na minha rima, irmão Na consciência, então Nessa palavra de paz Sem violência Não gasto o meu tempo Eu não jogo fora Aí ladrão, eu digo vem comigo na trilha sonora Edi Rock e tal, me chamam de marginal Não sou o mal, tomo geral, eguinho normal,

Não pago pau pra playboy de canal De olho azul Mitsubishi azul vai tomar no cu Playboy, tira sua roupa e tenta copiar Marginal tem estilo Ninguém consegue imitar Fala mal da favela, dos manos que vive nela No farol a sequela, o boy fecha a janela Fala mal de você que assiste a TV Te entrega a droga pra você vender e morrer Na sequência, na violência Nos empurra a maldade Nos empurra a imprudência Na cara dura só cego não vê Meu povo é pobre, revista não lê Não entende não tem informação Não estuda, nada muda O governo nega educação Controla o povo pelo dinheiro Cadê o dinheiro ? Fernando Henrique fez o Brasil virar um puteiro No mundo inteiro é a mesma patifaria

Não é fácil ser Homem de Aço no dia a dia