46.Esse é o meu país-v3-cap-10-m46

46. “Esse é o meu país” (1998).

Autores: X. Intérprete: Cambio Negro. Gravadora: Trama. CD: Círculo vicioso.


Igualdade racial, social Negro e branco tratados de igual pra igual Boas escolas, analfabetismo inexistente Saúde em alta, bons hospitais, atendimento eficiente Mortalidade infantil há muito eliminada Pobreza não se vê, foi erradicada Criminalidade cai 90% Todos têm moradia, ninguém ao relento Policiais educados, segundo grau completo Recebem salário digno, equipamento moderno Não abusam do poder, não há brutalidade Admirados por todos da comunidade Honestidade na política, admirável Mulheres no governo, com certeza invejável Tratadas como se deve com o respeito devido Não mais como cadelas e sim como indivíduo Vários negros no Senado, trabalho reconhecido Anos de faculdade, lugar ao sol merecido Vendemos tecnologia para o mundo todo Cientistas brasileiros sempre sempre no topo Recebem prêmios e prêmios no exterior Criam o mais moderno computador

Aqui é um país Brasil, primeiro mundo, todo mundo feliz Esse é o meu país Primeiro mundo, Brasil, todo mundo feliz

Segurança no trânsito, crianças sempre sorrindo Prêmio Nobel dado a um físico nordestino Atletas inigualáveis, apoio total do governo Escolas de atletismo pelo país inteiro Idosos têm os seus direitos assegurados Aposentadoria nunca atrasa, bem remunerados Na Universal ninguém é enganado Pastores não roubam ninguém, são uns pobres coitados Voz do Brasil, programa de boa qualidade No Brasil todo uma unanimidade Sempre atual, diversificado, eficiente Anos e anos na ativa, sempre competente Rap nacional bastante difundido Letras inteligentes, trampo decente bem produzido Não se confunde liberdade de expressão com desacato Espaço garantido, artistas de fato Vários discos de ouro, reconhecimento População bem informada respeita o movimento Levados a sério, objetivos alcançados Povo da periferia não é mais humilhado

Aqui é um país Brasil, primeiro mundo, todo mundo feliz Esse é o meu país Primeiro mundo, Brasil, todo mundo feliz

(Soa o despertador)

- Puta que pariu!