56.Adeus, Getúlio Vargas-v1-cap05-m56

56. “Adeus, Getúlio Vargas” (SD), toada gaúcha.

Autores: Francisco Colman e J. Polidoro. Intérpretes: Lane Silva, com Vergílio e seu conjunto. Gravação especial.

Adeus, presidente, para tua glória

Deixaste uma carta para nossa história

E se foste escravo deste povo bravo

De ninguém jamais o povo será escravo

Oh! Getúlio Vargas,

Chefe da Nação,

Ai! Tu não morreste

Em nosso coração

Aos meus detratores deixo o meu perdão

E ao meu povo amado o meu coração

Aos trabalhadores o meu sangue quente

Que será a bandeira de uma luta ingente

Oh! Getúlio Vargas,

Chefe da Nação,

Ai! Tu não morreste

Em nosso coração

O mundo operário chora a sua morte

Sem saber ainda qual a sua sorte

Mas o sacrifício do seu protetor

Pode ser a causa de um porvir melhor

Oh! Getúlio Vargas,

Chefe da Nação,

Ai! Tu não morreste

Em nosso coração

A Constituição foi muito maltratada

Por quem defendê-la jura com a espada

E purificando a luz da eterna glória

Quis sair da vida para entrar na história

Oh! Getúlio Vargas

Chefe da Nação

Ai! Tu não morreste

Em nosso coração

Silêncio! Ele vai passar ...

Cubramos de flores, pois ele, o grande mártir, sente as nossas dores ...