56.Que lei é essa?-v3-cap-10-m56

56. “Que lei é essa?” (1999).

Autor: Da Guedes. Intérprete: Da Guedes. Gravadora”: Trama Records. CD: Cinco elementos.

Cidade grande, vários investimentos no lugar certo não estão

Mas entendemos, já que todo mundo quer sair ganhando

Chega mais, vamos se agigantando

Se você quer ser mais notado, vai não pensa muito

Amigos tu tem poucos, mas todos querem se colar

Você, parceiro, logo não vai se agigantar

Quebrando vários lados você não pensa em si mesmo

Bota sua vida em risco sem qualquer conselho

Mas não é sempre que tu sai ganhando

É o seu lado humano que vai te levando

Meu camarada, pensa bem no que tu tá fazendo

Inimigos do seu lado, eu já vou te avisando

Quando tu menos espera ele vai te superando

Fazendo coisas que te deixam de cara

Você é cauteloso, vai, mete bala nessa cara

Que tentou passar por cima e tu te ligou

É a lei dessa vidinha, uma pena mas é bem assim

Independente do meio em que você está

Seja na alta, na pobreza

Eh, periferia, caras recalcados, só pensam em sua vidinha

Acabam levantando a cabeça e passando por cima

Mas se não pensar assim numa cidade grande desse jeito

Sei que não é apenas esse seu defeito

Vai se agigantando, tu tá no teu direito

Infelizmente é conquistado de maneira errada

Estúpida, mal encarada

Mas é a lei sentir-se embaixo, isso dói e é humilhante

Nada relevante

Pois é assim que eu entendo uns certos atos podres

Sociedade muito louca, distorcida e claramente desnivelada

Parei, não entendi, raciocinei, não acreditei

Tem lei nessa cidade, mas não é lei

Qualquer um em situação de abandono é manipulado maliciosamente

É absurdo mas tudo tem sua direção

Rumo e sentido completamente errado ou não

Isso seria a merda em que vive um ser humano

Que por políticos ainda é chamado de cidadão

Um três oitão na cintura e pensamentos distorcidos

Infelizmente pra crescer não há um incentivo

Apenas a sociedade o estimula a ser mais violento

Completamente cego, apaga e sai de canto ao relento

Por trás de toda essa angústia que se passou

Um ser que não tem nada a ver, pagou e está no meio agora

Não adianta rezar

- Pai Nosso, Nossa Senhora

O tempo tá difícil, orgulho não se tem e muito menos glória

O que vigora é a fé e mesmo assim estoura:

- Parte policial estou, destaque no Jornal da Hora

Indignado pelo jeito que a sociedade lhe encara

Menos consideração então chamado de ladrão

Solução não tem. Tu tá fudido, meu irmão

É o jeito que você achou pra subir na vida

História tu já tem e a moral já foi perdida

Foi construído um monstro e muitos outros vão surgir

Terceiro mundo, mas não é só no meu país

Parei, não entendi, raciocinei, não acreditei

Tem lei nessa cidade, mas não é lei

Que lei é essa que te obriga a ser marginal

Do jeito que tá, meu caro, nem me leve a mal

Mas tudo isso nós mesmos construímos

Nos omitimos e metemos (pô, pô!)

Pra um país que tem princípios muito diferentes

Nação mal estruturada e você não se ligou

Mas tem muita gente marginalizada

É verdade, inconsciente, inconsequente, somos todos assim

Não se acha outra saída a não ser dar sua vida em fim

- Que lei é essa? Me diz se tem que ser assim?

Parei, não entendi, raciocinei, não acreditei...

Tem lei nessa cidade, mas não é lei

Uma cidade sem lei, uma cidade sem regras

É cada um por si, tá ligado

Tá ligado, mano

Se não tá, então fica

- Tô cansado dessa história de treta, vingança, tiro, violência, sangue, polícia e ladrão