77.Se tu lutas, tu conquistas-v3-cap-10-m77

77. “Se tu lutas, tu conquistas” (2000).

Autor: Bastardo, Sombra 2 e Cris. Intérpretes: SNJ. Gravadora: Atração Fonográfica. CD: “Se tu lutas, tu conquistas”.

Nas circunstâncias as quais vivemos

Sobrevivemos

Problemas que afetam o povo da periferia

O que se passa pela sua cabeça quando se está desempregado

Seus filhos passando fome, uma grande família

E a necessidade pede, você põe na mira pessoas

Que não têm nada a ver com seu cotidiano de vida normal

Lá se foi um dia, nasce o outro então

SNJ como sempre visa tudo

Um homem decadente, parado em meio ao tempo

Sem nenhum propósito de progresso consigo mesmo

Esta só, está só, você esta só

Odiado pela maioria das pessoas

Vindo de má conduta, sem nenhum objetivo

A sua mente pequena queimando por dentro

Queima, queima

Eu lamento, ha, só que não te entendo

Você anda tomando varias atitudes que não convêm

E desde então o seu cotidiano de vida é anormal

Se tu lutas, tu conquistas é tipo assim (fé em Deus)

Se tu lutas, tu conquistas é tipo essas (vai, vai, vai)

Se tu lutas, tu conquistas vai vendo

O povo brasileiro sofredor bom exemplo

Não há limites para aquele que quer conquista

Com pessimismo não achará saída

Liberto e livre, ninguém aqui é incapaz

Livre e bem com a consciência

Plantando a semente da paz

Ajudar ao próximo mais do que você pode

Sei que és forte, corajoso, não mede esforços

A força divina não vai lhe abandonar

O despertar do amanhecer é um nova conquista

De quem não se entregou e para aquele que acredita

Injustiça não há nas mãos de Deus

Se apegue a Ele pra que não seja mais um homem

Pelo contrário, mostre ao próprio que é idôneo

Não queira nada na palma da sua mão

Buscar no pé dá mais trabalho

Entretanto valoriza o seu ato, dignidade

Nem sempre assim pude viver

Uma negrinha aos olhos da sociedade

Piedade, Senhor, tende piedade

De todos aqueles espelhos de um herói com atitude

Daqueles meus irmãos desacreditados da vida

Eu digo a eles

Se tu lutas tu conquistas é tipo assim (fé em Deus) ...

Enquanto haver a vida haverá esperança

Carregue esta frase contigo desde sua infância

Sem cessar, sem parar, sem vacilar

Não se deixe afogar em mares de lágrimas

Na dor, na saudade, na solidão

E não é, e não é, constituição

O mais puro sentimento, tipo ser humano

Alma limpa purifica o espírito

Oh, meu Deus, me ajude neste intuito

De levar a esperança ao desiludido

É difícil mas não desisto

Com os pés no chão passo a passo e conquisto

Na garra, na luta, com braveza, simples

Humilde, um guerreiro, uma palavra

Que te alimenta mais que a refeição diária

No leito do hospital se escuta aquele frase

Dentro da cadeia de sentença o martelo bate

Do orfanato ao asilo, velho solitário

Na escuridão, sem a audição

O corpo não se mexe, tipo vegetação

Se tu lutas, tu conquistas

A caminhada é difícil

Obtendo humildade e não desânimo

Ganhando coragem

Porque o medo é uma bobagem

Sai pra lá, sai pra lá, negativismo

Que aqui o lado é ativo e positivo

Se errou, volta do início

Sem ansiedade desta vez criativo

E quando obter a prosperidade

Não vá se esquecer da solidariedade

Porque riqueza partilhada é abençoada

Segue, segue a vida

Vai, vai, vai

Prossiga, prossiga

Um sujeito logo mais

Se tu lutas tu conquistas, é tipo assim (fé em Deus) ....

- A verdade, o amor, a luz, o afeto, a coragem e a fé têm que partir de cada um de nós.

- Viver, crescer, desempenhar-se.

- Trabalhar, produzir, prosperar, vencer, devem ser suas metas, pois tu és útil.

- Graças a Deus!